Para partilhar

unnamed (6).jpg

Apesar de ainda estarmos todos enfartados depois de um “Natal à mesa”, hoje trago-vos um restaurante que visitei há pouco, pela primeira vez, em Braga.

Não é um restaurante qualquer. Este é especial pelas suas particularidades. Falo-vos da Casa de Pasto das CarvalheirasAlém de um espaço completamente alternativo, cheio de cores, pormenores, e onde nada é simétrico (nem sequer os copos, os pratos e as cadeiras são iguais), a carta varia a cada mês, portanto não contem com monotonia.

unnamed (8).jpg

unnamed (5).jpg

Não esqueçamos ainda a mascote do restaurante que é o mítico candeeiro preto em forma de mulher. Quando se fala ou pesquisa sobre a Casa de Pasto é das primeiras coisas que se vão lembrar ou associar. Digo das primeiras porque a primeira será, obviamente, a comida! O atendimento é igualmente impecável, mas a comida… essa não esquecerá certamente.

unnamed (4).jpg

A cozinha é de chef e os sabores adaptam-se a cada estação/ época. O conceito é mesmo partilhar. Tratam-se de “pratinhos” com quantidades mais reduzidas, para que possamos provar de diferentes pratos e partilhar com quem nos estiver a fazer companhia.

Como fui no final do mês de novembro, a carta disponível era esta:

unnamed (7).jpg

Para começar, eu amante de queijo, pedi o queijo brie panado que vem acompanhado com uma compota de bacon. A-DO-REI!

unnamed (3).jpg

Pedi, ainda, o cevadotto de cogumelos. Trata-se de uma espécie de risotto, mas é feito com os grãos da cevada. Primeiro estranha-se, depois entranha-se. Diferente, mas bom.

unnamed (2).jpg

Adorei o bitoque de atum (mal passado) acompanhado de cogumelos Paris, molho de frigideira, batata frita e ovo de codorniz. Bastante saboroso.

unnamed (1).jpg

Para sobremesas, as escolhas foram, na minha opinião, uma bastante acertada e outra nem por isso. Ou seja, a primeira escolha foi o Fervente e Frio que é bolo de chocolate com morangos, molho de caramelo e gelado de baunilha. A imagem fala por si.

unnamed.jpg

bloggif_5a42308d85f0f.gif

A segunda, para mim, não tão boa e já vou explicar o porquê.

Pedi o Parfait de Chocolate Branco que vem com molho de maracujá e malagueta. Esta sobremesa é uma espécie de cheesecake com base de bolacha oreo (apesar não ser visível na imagem). Adoro maracujá. Até aqui tudo bem. Mas… a malagueta transforma completamente toda a sobremesa. Não sei explicar o sabor, mas a minha opinião é que não combina… de todo.

unnamed (10).jpg

Uma experiência espetacular, daqueles restaurantes que ficam na lista para repetir e repetir.

Quem for agora visitar, poderá não encontrar alguns dos pratos que referi, mas encontrará outros igualmente bons ou melhores até. É um questão de estarem atentos às redes sociais da Casa de Pasto das Carvalheiras, onde encontram sempre as alterações da carta. 😉

unnamed (9).jpg

Bon appétit!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s